comments powered by Disqus
Amazônia / Meio Ambiente

Chuva alaga ruas em Manaus e causa prejuízos para população

A água invadiu casas na Redenção e moradores informaram que perderam colchões, geladeiras, aparelhos de som, guarda-roupas e até uma moto

sábado 1 de abril de 2017 - 11:03 AM

Beatriz Gomes / portal@d24am.com

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, foram registradas ocorrências na Rua 7, no bairro Alvorada 3; e na Rua São Jorge, Redenção. Foto: Sandro Pereira

Manaus – A chuva, na manhã deste sábado (1), deixou ruas alagadas em Manaus e causou prejuízos para a população. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, foram registradas ocorrências na Rua 7, no bairro Alvorada 3; e na Rua São Jorge, Beco Independência, Redenção.

Conforme a Defesa Civil do município, a Central 199 registrou o desabamento de um muro na Rua e Beco Itaúba, também na Redenção. Uma equipe foi enviada ao local. 

Muro desabou na Rua e Beco Itaúba, também na Redenção
Foto: Divulgação

No Beco São Jorge, que corta a rua de mesmo nome, os moradores informaram que perderam colchões, geladeiras, aparelhos de som, guarda-roupas e até uma moto.    

A geladeira que o aposentado Inocêncio Rodrigues, 71, comprou, ontem (31), para a família foi o único item que ele conseguiu salvar da inundação na casa dele. “Aqui só tem dois bueiros e um está entupido há, pelo menos, dois anos", comentou.      

Na casa da Ilma Batista, 52, os filhos dela encontraram uma cobra entre a mobília após a chuva. “Aqui sempre alaga, mas não tinha subido para dentro de casa”, disse. "Os livros da escola das crianças também ficaram completamente inutilizados".     

Uma cobra foi encontrada após a inundação no Beco São Jorge
Foto: Sandro Pereira

Com um bebê de dois meses em casa, o mototaxista Odinei Reis Cardoso, 36, tentou salvar o que pode, mas perdeu todo o enxoval do bebê. "Nossa preocupação era tirar o bebê daqui, por isso, não consegui salvar nada. Colchão, roupas e nossos eletrodomésticos, foi tudo perdido", contou.

Na Rua 3, principal do conjunto Hileia, bairro Redenção, a água invadiu um mercadinho inaugurado há três meses. O empresário Cesar de Oliveira, 45, estima que o prejuízo tenha chegado a, aproximadamente, R$ 3 mil.

Rua 3, do conjunto Hileia, ficou alagada após a chuva desta manhã
Foto: Beatriz Gomes

“Nas outras chuvas ameaçou alagar, mas não aconteceu. Hoje levamos um susto porque começou 9 horas e subiu muito rápido", comentou.                       

Oliveira atribui o alagamento a falta de bueiros nas ruas do conjunto. “A água da Rua 18 e das outras desce todinha para cá e os bueiros não suportam”, afirmou.                       

Entre as mercadorias perdidas estão farináceos, enlatados e produtos perecíveis.                        

VEJA TAMBÉM NO D24am