comments powered by Disqus
Amazônia / Meio Ambiente

Em Manaus, exposição 'Amazônia – Os Extremos' fica em cartaz até 7 de maio

A mostra acontece no Paiol da Cultura do Ciência, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, com fotos e vídeos de 12 profissionais da imagem

segunda-feira 17 de abril de 2017 - 11:00 AM

Com informações de assessoria / portal@d24am.com

A mostra faz um alerta sobre a destruição da Floresta Amazônica causada pelos desmatamentos, queimadas e garimpos. Foto: Divulgação/Flávio Forner

Manaus – A exposição de fotografia ‘Amazônia – Os Extremos’ fica em cartaz até o dia 7 de maio, no Paiol da Cultura do Ciência, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA), localizado na Avenida Bem Te Vi (antiga Rua Otávio Cabral), 1, Petrópolis. Com fotos e vídeos, a mostra faz um alerta sobre a destruição da Floresta Amazônica causada pelos desmatamentos, queimadas e garimpos pelas lentes de 12 profissionais: Odair Leal (Acre), Alberto César Araújo, Chico Batata, Joel Rosa, Raphael Alves e Orlando Júnior (Amazonas), Jorge Macêdo (Roraima), Marcela Bonfim (Rondônia), Paulo Santos, do Acervo H (Pará), Ana Mendes (Maranhão), Flávio Forner, do InfoAmazônia (São Paulo) e Pablo La Rosa (Uruguai).

Patrocinada por um prêmio concedido pela Missão Diplomática dos Estados Unidos no Brasil, a exposição inclui também fotografias da escassez de água potável nas secas e de enchentes nas regiões ribeirinhas, fenômenos estes provocados por eventos climáticos extremos que comprometem o regime de chuvas na Amazônia.

Foto: Divulgação/Chico Batata

Como parte da programação, são realizadas rodas de conversa sobre o tema mudança climática. Nesta quinta-feira (20), o convidado do bate-papo é Diogo Lagroteria, fotógrafo de natureza e analista ambiental do Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Amazônica - CEPAM/ICMBio.

As vagas para o bate-papo são limitadas para 50 pessoas. Estudantes que comparecerem receberão o certificado digital com horas complementares.

Foto: Divulgação/Raphael Alves

No mês de abril, a entrada no Bosque da Ciência é gratuita em comemoração ao aniversário de 22 anos do espaço.

Horário de funcionamento

A exposição fica aberta de terça a sexta, das 9h às 12h e das 14h às 16h30, enquanto, aos sábados e domingos, as visitas podem ser feitas das 9h às 16h. Segundas-feiras e feriados o bosque é fecha para manutenção.

O ingresso para visitante custa R$ 5. Crianças até dez anos e idosos acima de 60 anos não pagam entrada. Visitas de grupos escolares, universidades, organizações religiosas e sociais também não pagam, mas precisam agendar. 

Para visitação guiada pelo curador da exposição, é necessário marcar pela manhã, no telefone (92) 982075542 (também no whatsapp) ou 3236 6644. Os dias são segunda, sexta e nos finais de semana.

No mês de abril, a entrada no Bosque da Ciência é gratuita em comemoração ao aniversário de 22 anos do espaço.

VEJA TAMBÉM NO D24am