comments powered by Disqus
Esportes / Futebol

Ingressos para Resende e Vasco em Manaus já estão à venda

Comercialização começou pela internet, na manhã desta segunda-feira. Preços variam de R$ 30 a R$ 140. Tucunaré Turismo inicia vendas na quinta-feira.

segunda-feira 24 de março de 2014 - 11:30 AM

Serão vendidos 40 mil ingressos para a partida Foto: Sandro Pereira

Manaus -  A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) deve oficializar apenas nesta segunda-feira à tarde a transferência do jogo entre Vasco da Gama e Resende, pela Copa do Brasil, do Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda-RJ, para a Arena da Amazônia, em Manaus. Mas a venda dos 40 mil ingressos disponíveis para a partida, no dia 3 de abril, começaram pela internet hoje de manhã, pelo site da Guichê Web.

No anel superior do estádio, o valor do bilhete é de R$ 60, no inferior fica em R$ 100 e no anel inferior VIP o preço sobe para R$ 140. Estão sendo vendidos, também, ingressos para Portadores de Necessidades Especiais (PNE) e Obesos. As entradas são oferecidas já com acompanhante, e custam de R$ 50 a R$ 140. Em todos, há a opção de comprar a meia-entrada, mas como o site cobra uma taxa de conveniência de 10%, os valores dos ingressos (inteiro e meia) sofrem acréscimos entre R$ 3 e R$ 14. Já há setores com ingressos esgotados. 

As vendas físicas acontecem somente a partir desta quinta-feira (27), em cinco lojas Apa Móveis (no Jorge Teixeira, Centro, Manôa, São José e Compensa).

Já a Tucunaré Turismo, do Edifício Atlantic Tower, ao lado do Millenium Shopping, na Avenida Djalma Batista, será responsável por vender os camarotes. O gerente de vendas da Tucunaré Turismo, Márcio Menezes, informou que serão vendidos mais de 60 camarotes. “Serão comercializados apenas na Tucunaré do Atlantic Tower. Há camarotes para  34 pessoas no valor de R$ 5.100, 00 e para nove pessoas, que é o mínimo, ao preço de R$ 1.350, 00. Tudo a partir de quinta-feira”, explicou Menezes.

O confronto do Vasco, pela Copa do Brasil, que será às 20h30 na Arena, ainda é valido pelo jogo de ida da primeira fase da competição e servirá como terceiro evento-teste da Unidade Gestora do Projeto Copa (UGP-Copa) no novo estádio de Manaus para a Copa do Mundo deste ano.  A supervisão técnica do Comitê Organizador Local (COL) do Mundial no Brasil e a Fifa será reforçada neste jogo.

É a primeira vez que a Arena da Amazônia receberá quase a capacidade máxima do estádio, que é de 44,5 mil lugares. Nos dois primeiros eventos-testes - no jogo de volta entre Nacional e Remo-PA, no dia 9 de março, também pela Copa do Brasil, e Fast e Princesa do Solimões, pelo primeiro confronto da decisão do turno inicial do Amazonense, no dia 15 deste mês - o público permitido foi de até 20 mil pessoas.

Para trocar o mando de campo do Resende-RJ em Volta Redonda para a capital do Amazonas, a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) pediu que a taxa de 10% descontada da arrecadação da partida fosse mantida. A Federação Amazonense de Futebol (FAF), que cuidará dos guichês, também vai lucrar 5% da renda bruta, conforme o diretor de futebol da entidade, Ivan Guimarães.

VEJA TAMBÉM NO D24am