comments powered by Disqus
Esportes / Mais Esportes

Após 11 meses afastado, Cielo volta com melhor tempo nos 50m livre em São Paulo

Torneio Regional da 1ª Região, organizado pela Federação Aquática Paulista, ele disputou os 50 metros livre pela manhã, no Pinheiros, clube que defende, e cravou o melhor tempo: 22s44

sábado 18 de março de 2017 - 2:42 PM

Estadão Conteúdo / portal@d24am.com

No mesmo local, ele bateu pela última vez o recorde mundial dos 50 metros, em dezembro de 2009. Foto: AFP

São Paulo - O nadador Cesar Cielo voltou às piscinas neste sábado, quase 11 meses depois de sua última competição, disputada em 20 de abril do ano passado, no Troféu Maria Lenk. No Torneio Regional da 1ª Região, organizado pela Federação Aquática Paulista, ele disputou os 50 metros livre pela manhã, no Pinheiros, clube que defende, e cravou o melhor tempo: 22s44.

A piscina traz boas recordações ao brasileiro. No mesmo local, ele bateu pela última vez o recorde mundial dos 50 metros, em dezembro de 2009. Ainda no sábado, à tarde, ele está inscrito para nadar os 50m borboleta e os 100m livre. Mas só deve participar da primeira destas provas.

No Maria Lenk do ano passado, Cielo ficou com a terceira colocação nos 50m livre. A competição valia como seletiva olímpica e o nadador deixou as piscinas decepcionado, pois foi a última chance que deixou passar para disputar os Jogos do Rio-2016, dos quais ficou fora de maneira surpreendente.

O fim de semana abre a temporada 2017 na natação brasileira. Para o torneio no Pinheiros estão inscritos nomes como Etiene Medeiros, Thiago Simon, Henrique Rodrigues, João Luiz Gomes Jr, Felipe França e Nicholas Santos, uma vez que a competição reúne as fortes equipes de Corinthians, Pinheiros, Unisanta e Sesi-SP. Brandonn Almeida aparece inscrito em nada menos do que 10 provas Enquanto isso, a equipe do Minas compete num evento metropolitano em Belo Horizonte.

Felipe Lima, Bruno Fratus, Marcelo Chierighini e Matheus Santana, que treinam nos Estados Unidos, já participaram de um torneio em Indianápolis no início do mês, enquanto Joanna Maranhão competiu em Madri no fim de semana passado. O único grande nadador com futuro incerto é Thiago Pereira, que continua desempregado e ainda não se inscreveu para nenhum destes eventos

VEJA TAMBÉM NO D24am