comments powered by Disqus
Amazônia / Parintins, Cultura & Arte

Caprichoso reúne compositores e poetas para divulgar o tema de 2017

Músicos, autores e artistas participaram de videoconferência onde debateram o tema "A poética do imaginário caboclo"

sábado 29 de outubro de 2016 - 11:17 AM

Com informações de assessoria / portal@d24am.com

Conselho de artes do Caprichoso participou tirando dúvidas sobre o tema do ano que vem. Foto: divulgação/ Caprichoso

Parintins (AM) - O Boi-Bumbá Caprichoso realizou, na noite dessa sexta-feira (28), o primeiro encontro de compositores sob o comando da nova diretoria. Em reunião simultânea, em Parintins e Manaus, autores de toadas do boi azulado participaram de uma videoconferência sobre a temática anunciada para 2017: “A poética do imaginário caboclo”.

Durante a transmissão, os participantes tiraram dúvidas em relação aos prazos de entrega das obras musicais produzidas em estúdio. Termina dia 10 de novembro o edital para toadas livres ou genéricas do CD da Galera, no qual estão inseridos os itens Boi-Bumbá Evolução, Sinhazinha da Fazenda, Porta-Estandarte, Rainha do Folclore e Cunhã-Poranga.

Quanto as toadas estratégicas, o prazo de entrega das obras musicais se estende até o final do ano de 2016. Durante o encontro, o coordenador do Conselho de Arte do Boi-Bumbá Caprichoso, Ericky Nakanome, apresentou qual a proposta de “A Poética do Imaginário Caboclo”. Segundo ele, fundamentado em João de Jesus Paes Loureiro, trata-se de um tema com conceito artístico contemporâneo. “É a reinvenção do folclore”, salientou.

Diretamente de Manaus, o coordenador do Conselho Musical do Boi Caprichoso, Mauro Antony, enalteceu a iniciativa do Conselho de Arte em chamar os compositores azulados para o bate-papo e assim difundir um princípio de igualdade de informação. “O tema vai inspirar os poetas a fazer grandes obras”, ressaltou. Ele respondeu às perguntas frequentes dos compositores de Parintins sobre a escolha das toadas do CD da Galera.

A pedido do presidente do Boi Caprichoso, Babá Tupinambá, todo o processo de seleção das toadas livres ou genéricas será em Parintins. O dirigente azulado acompanhou da China o encontro com os compositores através de videoconferência e pontuou a importância de uma trilha sonora com toadas de qualidade para conduzir o Boi Caprichoso ao título de campeão do Festival Folclórico de Parintins 2017.

Para o compositor Adriano Aguiar, o encontro serve para entender melhor o tema de forma abrangente. “É um norte para nós compositores. Todos os compositores saíram satisfeitos e foram esclarecidas muitas dúvidas. Está de parabéns o presidente Babá Tupinambá, com toda diretoria e Conselho de Arte, por valorizar os compositores. Quando valorizados, o intuito de fazer cada vez mais e se superar em termos de toadas é maior”, frisou.

O músico Moisés Colares elogiou a seriedade do Conselho de Arte em promover, pela primeira vez, um encontro aberto voltado aos poetas para debater o tema. “Há 16 anos eu sou músico do Boi-Bumbá Caprichoso e é a primeira vez que o Conselho de Arte chama os compositores para falar o que quer. Então, agora sim, os compositores vão trabalhar de uma forma livre e o boi só não vai fazer um repertório bom se não quiser”, avaliou.

O compositor Jean Carlos Maciel considerou muito importante o Conselho de Arte ter conversa franca com os compositores e que assim se inicia um processo de transparência. “Os conselheiros debatem sobre o tema e dão diretriz pro compositor fazer suas toadas, pois tudo tem um gasto, tem um custo. É sempre bom ter uma diretriz diretamente do Conselho de Arte do Boi Caprichoso e agora é partir para a criação”, pontuou.

Em Parintins, o encontro teve a participação de Adriano Aguiar, Geovane Bastos, Davi Nakauth, Everton Auzier, Bené Siqueira, Moisés Colares, Juarez Lima Filho. A mesa do Conselho de Artes era formada pelos membros Simão Assayag, Juarez Lima, Ericky Nakanome, Socorrinha Carvalho e Chico Cardoso. Em Manaus, acompanharam a videoconferência os compositores Roberto Júnior, Mailzon Mendes, junto com Mauro Antony, e o presidente do Movimento Marujada, Carlos Nery.

VEJA TAMBÉM NO D24am