comments powered by Disqus
Amazônia / Povos

Comunidade indígena Três Unidos recebe ações com foco em saúde

Entre as ações, organizadas pela Semsa, estão teste rápido para DST/Aids e tuberculose, escovação supervisionada, distribuição de kits de higiene bucal, entre outras atividades

quarta-feira 19 de abril de 2017 - 9:30 AM

Da Redação / portal@d24am.com

A Comunidade Três Unidos está situada às margens do Rio Cueiras. Foto: Sérgio Rodrigues

Manaus - Com a intenção de promover a saúde indígena no distrito rural de Manaus, a Prefeitura de Manaus vai realizar, na Comunidade Três Unidos, no Rio Cuieiras, atividades de proteção à saúde dos moradores dessa localidade. A ação, coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) com o Núcleo de Saúde de Grupos Especiais (Nusge), do Departamento de Atenção Primária (DAP), ocorre hoje (19), a partir das 10h.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Homero de Miranda Leão Neto, o 19 de abril — Dia do Índio — é uma das motivações para o desenvolvimento das ações, no local onde estão aldeados indígenas, e que, por estarem na zona rural de Manaus, recebem atenção à saúde das equipes da Semsa.

“Nossas equipes estão sempre desenvolvendo ações de combate e prevenção às doenças que afetam as populações das áreas rurais da capital, incluindo os indígenas. Nesta quarta-feira, em especial, vamos estar com uma série de atividades para intensificar as ações de rotina, aproveitando a data para destacar o valor desse grupo populacional”, declarou Homero.

Homero ressalta, ainda, que as ações vão envolver as áreas técnicas do Programa Saúde na Escola (PSE), Rede Cegonha, Coordenação Técnica das Ações de Saúde Nutricional, Coordenação Municipal de DST/AIDS, Gerência de Saúde Bucal e Educação em Saúde e Doenças Crônicas.

Durante a visita, as equipes irão oferecer teste rápido para DST/aids e tuberculose, escovação supervisionada, distribuição de kits de higiene bucal, além de ações de Educação em Saúde voltadas à adoção de hábitos saudáveis, ao combate ao Aedes aegypti e à melhoria de condições de bem-estar das famílias atendidas em nível individual e coletivo.

 

Lado pedagógico

Além das ações diretamente ligadas à saúde indígena será apresentada a mostra ‘Saúde e educação na valorização da cultura indígena’, com a exposição de trabalhos organizados por alunos e professores da comunidade.

“Queremos fomentar a prática pedagógica e, a partir daí, incentivar o público infantojuvenil a reconhecer e a valorizar as diferentes práticas culturais indígenas, a participação comunitária na proteção da promoção de tradições culturais e a reflexão sobre a nossa própria identidade cultural”, disse a chefe do Núcleo de Saúde dos Grupos Especiais, Wanja Leal.

Além da ação na comunidade indígena, as unidades de saúde dos quatro Distritos de Saúde da capital promoverão suas próprias atividades, tendo como princípios o acolhimento humanizado, a orientação e a promoção do acesso das famílias indígenas às unidades de saúde e a articulação das práticas de cuidado em saúde no contexto escolar, mediante parceria com o Programa Saúde na Escola (PSE).

VEJA TAMBÉM NO D24am