comments powered by Disqus
Notícias / Amazonas

Dupla é presa no aeroporto após negociação de R$ 300 mil em notas falsas, diz polícia 

Sebastião Freitas e Lucélio Cabral foram encontrados com R$ 17.610, dinheiro repassado por um funcionário da Prefeitura de Eirunepé

segunda-feira 20 de março de 2017 - 10:59 AM

Thiago Monteiro / portal@d24am.com

Os suspeitos foram presos através de mandados de prisão por estelionato e falsificação de dinheiro nacional. Foto: Raquel Miranda

Manaus – Sebastião Nunes Freitas, 49, e Lucélio Cabral, 43, foram presos no último domingo (19), no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, no bairro Tarumã, zona oeste, por envolvimento em uma transação de R$ 300 mil em notas falsas a um funcionário da Prefeitura de Eirunepé, de acordo com o delegado Guilherme Torres, do Departamento de Repressão ao Crime Organizado (DRCO).

Segundo Torres, a dupla foi presa através de mandados de prisão por estelionato e falsificação de dinheiro nacional.

Torres também informou que, no último dia 10 de março, um funcionário da Prefeitura de Eirunepé, recebeu uma ligação de um indivíduo que dizia querer tratar com o prefeito da cidade sobre um investimento no município.

"Os dois marcaram um encontro em um hotel no Adrianópolis e Sebastião repassou o valor de R$ 300 mil, em notas falsas, para repassar para a Prefeitura, mas precisaria de R$ 40 mil, que foi entregue pelo funcionário", disse o delegado, que ressaltou que o funcionário está sendo investigado pela Polícia Civil, por crimes contra a administração pública e lavagem de dinheiro.

O funcionário, ao chegar na casa dele, constatou que as cédulas eram falsas. Ele acionou policiais federais no aeroporto, onde foi encontrado R$ 17.610 com a dupla.

Sebastião e Lucélio foram indiciados por estelionato e falsificação de dinheiro nacional. Eles serão encaminhados ao sistema penitenciário.

VEJA TAMBÉM NO D24am