comments powered by Disqus
Notícias / Amazonas

Em Manaus, Seduc afirma que demissão de professores temporários foi regular

Contrato de regime temporário termina e professores contratados, por meio do Processo Seletivo Simplificado (PSS), ameaçam protestar por terem sido destituídos sem comunicado prévio.

sexta-feira 18 de janeiro de 2013 - 3:24 PM

A manifestação está prevista para a tarde da próxima segunda-feira (21). Foto: Divulgação

Manaus - Professores contratados, desde o início de 2010, por meio do Processo Seletivo Simplificado (PSS), da Secretaria de Estado da Educação (Seduc), ameaçam protestar em frente à sede do Governo por terem sido destituídos do cargo sem comunicado prévio.

A manifestação está prevista para a tarde da próxima segunda-feira (21), segundo um professor, que preferiu não ser identificado. Ele também se manifestou contra as informações de que seriam trocados por estagiários para redução de gastos.

“É assim que ele quer melhorar a educação? Trocando professores por estagiários? Fomos desprezados como quem abandona qualquer animal em beira da estrada” questionou um dos professores.

O professor contou que ficou sabendo que não fazia mais parte do quadro de funcionário da Seduc quando acessou o Portal do Servidor e ao inserir seu número de matrícula, seu CPF foi dado como inválido no sistema.

Por meio de nota oficial, a Seduc informou que os professores foram contratados pelo PSS, em regime temporário no início de 2010 e que, por determinação legal, o contrato foi encerrado no fim de 2012, quando completaram dois anos de atividades funcionais.

A assessoria do órgão ressaltou que, ao assinarem o contrato, os profissionais estavam cientes da vigência do processo.

VEJA TAMBÉM NO D24am