comments powered by Disqus
Notícias / Amazonas

Fundação Nokia abre inscrições para Processo Seletivo do Ensino Médio Técnico

Em 2011, foram registrados mais de cinco mil candidatos para a disputa das 160 vagas disponíveis, com média de concorrência de 28 candidatos por vaga.

quarta-feira 19 de setembro de 2012 - 1:38 PM

Manaus - A Fundação Nokia de Ensino, localizada em Manaus (AM), iniciou o período de inscrições para o seu Processo Seletivo do Ensino Médio Técnico. O exame admite 160 alunos recém-formados no Ensino Fundamental para cursar o Ensino Médio Técnico nos cursos de Informática, Eletrônica, Mecatrônica e Telecomunicações. A instituição oferece ensino de tempo integral e destina 70% das vagas do processo seletivo para estudantes da rede pública e oferece aos aprovados benefícios como refeições diárias, atendimento médico e odontológico, além de ampla preparação para o mercado de trabalho.

Os níveis de concorrência para o exame são historicamente altos. Em 2011, foram registrados mais de cinco mil candidatos para a disputa das 160 vagas disponíveis, com média de concorrência de 28 candidatos por vaga, superior a de muitos vestibulares de universidades públicas. Este ano, no primeiro dia de inscrições cerca 380 candidatos haviam confirmado sua participação na prova.

Para se inscrever é preciso acessar o site www.fundacaonokia.org e ir à sessão relacionada ao Processo Seletivo 2013. A taxa de inscrição é de R$ 30. As provas serão realizadas no dia 25 de novembro e o resultado será divulgado no dia 30 de novembro. O candidato pode se inscrever até 19 de outubro, somente pela Internet.

Sucesso profissional

Com 25 anos de existência, a Fundação Nokia de Ensino é um dos maiores projetos sociais da Nokia no mundo e é reconhecida nacionalmente por sua qualidade de ensino, valorização à iniciação científica e altos índices de aprovação em vestibulares de universidades públicas. Em 2010, a Fundação Nokia foi classificada pelo Exame Nacional do Ensino Médio como a 8ª melhor escola técnica do Brasil.

A preparação intensa para o mercado de trabalho gera inúmeras histórias de sucesso profissional dos alunos egressos. É o caso do amazonense Rafael Kitauchi que estudou na Fundação Nokia e atualmente trabalha no Bank of America Merriil Lynch, em Londres. “A rotina da escola me fez enxergar um mundo mais dinâmico. Na Inglaterra carrego a certeza de que estou onde estou hoje porque passei pela Fundação Nokia. Lá aprendi a me superar”, afirma Kitauchi, em entrevista concedida durante uma viagem de trabalho que realizava na China.

Preparando-se para uma viagem científica para Washington, nos Estados Unidos, Melquisedeque Pereira é outro egresso que demonstra ter tido sua vida transformada após concluir os estudos na Fundação Nokia. Formado em 2011 e cursando faculdade de Engenharia Mecatrônica na Universidade Estadual do Amazonas, Melqui, como é chamado pelos amigos, participa de um estágio remunerado na Fundação Nokia de Ensino. Ele atua como monitor de um dos laboratórios da escola, onde são desenvolvidos projetos científicos premiados nacionalmente. “Acabei de voltar de uma feira científica no Maranhão onde nosso projeto recebeu a primeira colocação e foi credenciado para a Genius Olympiad, que será realizada em Washington”, diz.

VEJA TAMBÉM NO D24am