comments powered by Disqus
Amazônia / Meio Ambiente

Greenpeace faz ato para barrar exploração de óleo na Amazônia

A atividade que simula uma plataforma de petróleo busca demonstrar que os planos de explorar esse combustível não renovável perto do corais da Amazônia

sábado 1 de abril de 2017 - 1:02 PM

Beatriz Gomes / portal@d24am.com

A mesma ação foi realizada por voluntários do Greenpeace em onze cidades do País. Foto: Sandro Pereira

Manaus - Um grupo de voluntários do Greenpeace Manaus realizou, na manhã deste sábado, no Largo São Sebastião, Centro de Manaus, uma intervenção para chamar a atenção para os planos de exploração de petróleo na Amazônia.

A atividade que simula uma plataforma de petróleo busca demonstrar que os planos de explorar esse combustível não renovável perto do corais da Amazônia, na Foz do Rio Amazonas, são tão incompatíveis  quanto explorar próximo ao Teatro Amazonas, explica um dos voluntário, Matheus Siqueira. “Alguns pesquisadores consideram os corais descobertos como um novo bioma com características únicas e novas espécies de esponjas e potenciais novas espécies de peixes, mas apesar da descoberta ter sido divulgada recentemente eles já estão ameaçados pela exploração de petróleo. Existem hoje algumas empresas como a BP e a Total que estão com a posse de blocos e podem fazer perfurações ainda esse ano”, alerta Siqueira

A atividade faz parte do calendário mundial de mobilizações em defesa dos corais da Amazônia. A mesma ação foi realizada por voluntários do Greenpeace em onze cidades do País. A ideia é divulgar a campanha e convidar mais pessoas para defender esse novo bioma e assinar a petição online: www.defendaoscorais.org. Até o fim dessa semana, a petição tinha 750 mil assinaturas.  

O Greenpeace apoia a gradual substituição das matrizes energéticas dos países, saindo da queima de combustíveis fósseis e projetos megalomaníacos de hidroelétricas no coração da floresta, para investimentos maiores em energias renováveis, como a solar.

VEJA TAMBÉM NO D24am