comments powered by Disqus
Notícias / Amazonas

Polícia investiga se homem executado em Fortaleza é traficante do AM

Polícia do Ceará fará exames para confirmar se o homem morto, em Fortaleza, é o traficante amazonense, Vainer Matos Magalhães, o ‘Pepê’, integrante da FDN

quinta-feira 20 de abril de 2017 - 8:30 PM

Carla Albuquerque - DEZ Minutos / portal@d24am.com

Criminoso estava foragido e teve mandado de prisão expedido pela Justiça amazonense nesta quarta-feira. Foto: Arquivo e Divulgação/PC

Manaus - A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) vai usar a perícia forense para confirmar se o corpo do homem morto, nesta quarta-feira (20), em Fortaleza, é do traficante amazonense Vainer Matos Magalhães, 34, o ‘Pepê’. Ele foi executado na capital cearense, segundo a polícia do Estado, dentro de um veículo modelo Hilux, com cerca de 30 tiros. O criminoso estava foragido e teve mandado de prisão expedido pela Justiça amazonense nesta quarta-feira.

Conforme a assessoria da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), criminosos, ainda não identificados, abordaram o homem e uma mulher, na Avenida Santos Dumonte, no bairro Manuel Bias Branco. Após terem efetuados os disparos, os suspeitos fugiram. Vainer morreu no local e a mulher foi socorrida e encaminhada a uma unidade de saúde.

Segundo a polícia, Vainer apresentava identidade de outro homem, que não foi divulgada. O corpo dele foi levado para a sede da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), onde será submetido a exames para atestar a identidade.

A PCCE informou que as investigações acerca do homicídio estão a cargo da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). A Polícia Militar (PM) segue em busca dos envolvidos no crime.

 

Crimes

Vainer, segundo a Polícia Civil do Amazonas (PCAM), era integrante da Facção Família do Norte (FDN) e atuava na zona sul de Manaus. Ele foi preso em 2013, por tráfico, junto com outros 13 homens, mas foi posto em liberdade, após alvará de soltura assinado pela desembargadora Encarnação Sampaio Salgado. Ele voltou a ser preso em cumprimento a um mandado de prisão, em 2013.

Consta no site do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) que o juiz da 3º Tribunal do Júri, Mauro Antony, havia expedido, nesta quinta-feira, um mandado de prisão contra Vainer, por conta da morte do vendedor de automóveis David Campos da Silva, 37, no Tarumã, em 2015. Vainer também respondia  processos por roubo e porte, segundo o TJAM.

VEJA TAMBÉM NO D24am