comments powered by Disqus
Notícias / Amazonas

Unimed vai transferir pronto-socorro para a Nilton Lins em 1º de outubro

A unidade de urgência da Unimed, no bairro Cachoeirinha, atenderá no Hospital Nilton Lins a partir de 1º de outubro. O plano de saúde tem 250 mil usuários em Manaus.

sexta-feira 16 de setembro de 2011 - 8:00 AM

No Hospital Nilton Lins também funciona o hospital universitário da faculdade. Foto: Divulgação

Manaus - O  pronto-socorro da Unimed, no bairro Cachoeirinha, zona sul, passará a atender os pacientes  no Hospital Nilton Lins a partir de 1º de outubro, anunciou ontem o presidente da Unimed-Manaus, Asdrúdal Melo. O hospital fica no campus da instituição de ensino no conjunto Parque das Laranjeiras, zona norte da capital.

Segundo Melo, a parceria entre a Faculdade Nilton Lins e a Unimed de saúde surgiu da necessidade de maior espaço para acomodar os usuários do plano. “Há um sério problema de falta de estacionamento no prédio onde  funciona, atualmente, a unidade de urgência. Acreditamos que a mudança de local irá suprir a falta de espaço, assim como oferecer um melhor serviço aos nossos clientes ”, avaliou.

A Unimed-Manaus tem, hoje, 250 mil usuários na capital. A estimativa é atender de 2 mil a 2,5 mil pessoas por dia na urgência.

O prédio onde funcionará a nova unidade de urgência da Unimed, fica localizado ao lado do prédio onde está instalado o Hospital Universitário da Faculdade Nilton Lins e onde também são prestados serviços para os usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), que serão mantidos.

Capacidade

O presidente da Unimed explicou que as novas instalações acomodam oito salas cirúrgicas, das quais uma com 60 metros quadrados que permite a realização de transplantes e cirurgias cardíacas. Outro novidade é uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), com 16 apartamentos individuais. “Estávamos com bastante dificuldade para encontrar um local para abrigar uma empresa do tamanho  da Unimed-Manaus”, afirmou.

O presidente da Faculdade Nilton Lins, Nilton Lins Júnior, avaliou que o prédio onde funcionará o novo pronto-socorro da Unimed possui inovações em comparação a outras unidades de saúde do Estado.
Segundo ele, a nova instalação obedece a todas as normas hospitalares vigentes regulamentadas pela RDC 50/2002, da Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

“Este é o nosso grande diferencial, as instalações foram construídas não pensando na estética, mas na necessidade de fluxo e contrafluxo, reduzindo a possibilidade de infecção”, explicou.
Entre as recomendações  da RDC 50/2002, estão a necessidade de elaboração de um projeto executivo sobre as instalações do prédio e o estabelecimento de dimensões das enfermarias, salas de UTIs, e de internação.

De acordo com Nilton Lins Júnior, o local estava sendo “subutilizado”. “Trata-se de uma estrutura grande demais e estava ociosa, foi quando surgiu esta parceria com a Unimed-Manaus. A sociedade amazonense estava precisando desta estrutura, foi aí que surgiu ideia da cooperativa de saúde passar a gerir parte do Hospital Nilton Lins”, frisou.

O presidente da Unimed-Manaus anunciou, ainda, para em breve uma nova unidade numa área entre as zonas norte e leste da cidade. A nova instalação deve abrigar consultórios, exames laboratoriais, serviços de radiografia e ultrasonografia, além de serviços complementares.

VEJA TAMBÉM NO D24am