comments powered by Disqus
Notícias / Concursos

Em Manaus, provas do concurso do TRT são aplicadas na manhã deste domingo 

Ao todo, 54.077  se inscreveram para concorrer as 48 vagas abertas de ampla concorrência, em dois níveis de escolaridade

domingo 19 de fevereiro de 2017 - 9:50 AM

Álisson Castro / portal@d24am.com

O cargo mais concorrido é o de técnico judiciário - área administrativa, cujas 35 vagas têm 50.032 inscritos. Foto:Sandro Pereira

Manaus – Candidatos a 48 vagas oferecidas pelo Tribunal Regional do Trabalho da 11º Região (TRT 11) já iniciaram as provas para o concurso, que acontece neste domingo (19), em Manaus e Boa Vista, capital de Roraima. Organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC), o concurso do TRT11 tem 54.077 mil inscritos e oferece 48 vagas, além de formação de cadastro de reserva.

Pouco antes da abertura dos portões na Faculdade Metropolitana de Manaus (Fametro), o estudante Fábio Cabral, 19, estava confiante para fazer a prova, apesar de ser a primeira experiência dele em concursos.

“Tive uma base de como seria prova, porque a gente estuda pela internet e vê as provas anteriores também, mas ainda assim é preciso de aprofundar nos assuntos. Mantive uma rotina de quatro horas de estudo por dia, pegando assuntos na internet e também por vídeoaula. Tenho certeza que irei fazer uma boa prova”, afirmou o estudante, que irá tentar uma vaga para o cargo analista judiciário, área administrativa do TRT-11.

Para a Isabela Layane, 21, a, a intenção de fazer um concurso é ter estabilidade no emprego. “É bom para se especializar e, claro, ter uma melhora na vida também. Minha preparação veio corrida, não tive muito tempo para me preparar”, disse.

Há também quem estava fazendo o concurso sem saber exatamente para qual área, é o caso do maranhense Francisco José Souza e Silva, 60. “Foi meu filho que me inscreveu e eu nem sei direito qual é a área, sei que tem que de marcar as questões, não é?! Meu filho me inscreveu lá de Boa Vista e eu vim do Maranhão só para fazer a prova”, disse.

A universitária Ana Deise Brandão, 27, realizou a prova na Faculdade Estácio, na Avenida Constantino Nery e disse que a alta concorrência chamou a atenção dela. “Tenho uma boa expectativa em relação a prova, sei que há muita concorrência, porque há muitos inscritos. Acredito que seja porque a demanda de concurso está muito baixa atualmente, por isto a procura aumentou bastante. Estudei mais em casa com vídeoaula e também com livros”, afirmou.

 A coordenação do concurso afirmou que ainda hoje será divulgado o número de faltosos.

Com quatro horas de duração e questões de conhecimentos gerais e específicos, as provas iniciaram às 8h, para o cargo de técnico judiciário (nível médio) e à tarde será aplicada a prova para o cargo de analista judiciário (nível superior), a partir das 14h.

O gabarito será divulgado na segunda (20) e o prazo para interposição de recursos será de dois dias úteis, exclusivamente pela internet, no site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br): 20 e 21 de fevereiro. 

A divulgação do resultado preliminar está prevista para o dia 27 de março. Ao todo, 54.077  se inscreveram para concorrer as 48 vagas abertas de ampla concorrência, em dois níveis de escolaridade.

De acordo com os números divulgados pela FCC, do total de inscritos, 968 concorrem às vagas reservadas às pessoas com deficiência e 7.158 disputam as vagas reservadas aos candidatos negros.

O cargo mais concorrido é o de técnico judiciário - área administrativa, cujas 35 vagas têm 50.032 inscritos. Desse total, 45.119 competem pelas 26 vagas de ampla concorrência, equivalente a 2.648 candidatos por vaga e outros 571 concorrem às duas vagas reservadas aos candidatos com deficiência e 4.342 disputam as sete vagas reservadas aos candidatos negros.

Dentre os cargos de nível Superior, o mais disputado é o de analista judiciário - área administrativa, destinado aos candidatos com diploma em qualquer área de formação universitária.

Os 5.632 inscritos disputam uma única vaga existente enquanto que 105 candidatos com deficiência e 688 candidatos negros inscreveram-se para as vagas reservadas que vierem a surgir durante a validade do concurso.

VEJA TAMBÉM NO D24am