comments powered by Disqus
Notícias / Eleições 2014

Doze candidatos do AM arrecadaram R$ 18,5 milhões em campanha eleitoral

Valor é referente a dados informados pelos políticos que prestaram contas com antecedência

quarta-feira 5 de novembro de 2014 - 8:45 AM

Agência Ansa / portal@d24am.com

O senador eleito Omar Aziz declarou ter arrecadado R$ 4,4 milhões durante toda a campanha eleitoral. Foto: Eraldo Lopes

Manaus - Três dos seis candidatos ao Senado, quatro dos sete candidatos ao governo do Estado e cinco dos oito eleitos para a Câmara dos Deputados nas eleições deste ano arrecadaram, juntos, R$ 18,5 milhões ao longo da campanha eleitoral deste ano, segundo dados disponibilizados, nessa terça-feira (4), pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Os candidatos informaram à Justiça Eleitoral ter gasto R$ 18,9 milhões ao longo de toda a campanha eleitoral.

Os valores estão disponíveis nas prestações de contas finais entregues à Justiça Eleitoral até essa terça, último dia de prazo para prestar contas.

Segundo a assessoria de comunicação do TSE, todas as prestações de contas entregues estarão disponibilizadas no portal do tribunal até o final desta semana.

Entre os candidatos ao Senado, o senador eleito, Omar Aziz (PSD), informou à Justiça Eleitoral ter arrecadado R$ 4,4 milhões ao longo da campanha. Deste total, R$ 1 milhão foi doado pela Componel Industria e Comércio Ltda. e R$ 606 mil foram doados pelo governador reeleito, José Melo (PROS), segundo dados da prestação de contas.

Aziz disse ter gasto R$ 4,4 milhões, sendo R$ 990,1 mil com despesas de pessoal, R$ 800 mil com a produção da propaganda eleitoral e R$ 642 mil com serviços prestados por terceiros.

Estavam disponíveis no sistema do TSE as prestações de contas do vereador Marcelo Serafim (PSB) e de Professor Queiroz (PSOL), candidatos ao Senado. Serafim disse ter arrecadado R$ 396,2 mil e ter gasto R$ 393 mil, e Queiroz disse ter arrecadado R$ 13,4 mil e ter gasto o mesmo valor.

Dos sete candidatos ao governo do Estado nas eleições deste ano, estavam disponíveis, nessa terça, as prestações de contas de Abel Alves (PSOL), Luiz Navarro (PCB), Marcelo Ramos (PSB) e Chico Preto (PMN). Eles informaram à Justiça Eleitoral ter arrecado, juntos, R$ 1,236 milhão e ter gasto R$ 1,254 milhão ao longo de toda a campanha eleitoral.

Ramos, terceiro mais bem votado no primeiro turno, disse ter arrecadado R$ 772,6 mil e ter gasto o mesmo valor ao longo da campanha. Do total arrecadado, R$ 200 mil foram doados de Maria Alice Setubal, R$ 130 mil foram de autodoação e R$ 25 de mil de Alfredo Barroso Júnior.

O governador reeleito, José Melo (PROS), e o senador Eduardo Braga (PMDB), que disputaram o segundo turno das eleições, têm até o dia 25 deste mês para apresentar a prestação de contas da campanha à Justiça Eleitoral.

Cinco dos oito deputados federais eleitos informaram à Justiça Eleitoral ter arrecadado R$ 12,4 milhões na campanha deste ano. No mesmo período, eles informaram ter gasto R$ 12,8 milhões.

Dentre as prestações de contas disponibilizadas, a que tem a maior arrecadação é a do deputado federal Arthur Bisneto (PSDB), que informou ter arrecadado R$ 5,5 milhões e gasto o mesmo valor.

O senador e deputado federal eleito, Alfredo Nascimento (PR), disse à Justiça Eleitoral ter arrecadado R$ 2,8 milhões e gasto o mesmo valor. Do total arrecadado, R$ 2,6 milhões foram doados pela Direção Nacional do PR.

O menor volume de arrecadação, até essa terça, era da deputada federal Conceição Sampaio (PP). Ela disse ter arrecadado R$ 1,3 milhão, sendo R$ 315,3 mil doados pelo Comitê Financeiro Único da campanha, e ter gasto o mesmo valor, sendo R$ 527,3 mil com despesas de pessoal.

VEJA TAMBÉM NO D24am