comments powered by Disqus
Notícias / Eleições 2014

Pedreiro é baleado e suspeita que briga durante bebedeira tenha sido o motivo

Vítima levou um tiro no braço quando estava sentado em frente à casa onde mora

quarta-feira 12 de agosto de 2015 - 10:25 AM

Carla Albuquerque - DEZ Minutos / portal@d24am.com

Vítima foi socorrida no HPS Platão Araújo Foto: Eraldo Lopes

Manaus - O pedreiro Elvis Cabral de Souza, 30, foi baleado com um tiro no braço direito enquanto estava sentado em frente da casa onde mora,  no Amazonino Mendes,  zona norte de Manaus. Ao Dez Minutos,  ele informou que o crime ocorreu por volta das 20h da última  terça-feira e foi praticado  por dois homens que fugiram um uma motocicleta. Ele suspeita que a tentativa de homicídio foi praticada  por vingança.  

Elvis informou que há  cerca de três  semanas, brigou um um homem, que ele preferiu  divulgar o nome, durante  uma bebedeira. Ele disse que não  pode afirmar ter sido  o homem o responsável pelo atentado. "Pelo que eu me lembro, a única  confusão  em que me meti  foi essa. Não  uso drogas e nem devo nada a ninguém", comentou ele.

Na noite da última  terça-feira, Elvis disse que estava sentado na frente da casa em uma cadeira de balanço  conversando com um amigo quando viu  os motociclistas passando. "Eles subiram a rua, ficaram olhando para cá,  conversaram entre eles e depois foram embora. Minutos depois reapareceram. Eu vi quando  um deles puxou a arma  e começou  a atirar  na minha direção ", relembrou ele.

De acordo com a mãe  de Elvis, Elisabeth Cabral, 65, ao todo foram  efetuados dois disparos. Um dos  tiros atingiu o braço  do pedreiro.  "Ele só  não pegou mais tiros porque se virou com a cadeira para o chão", destacou ela. Na parede  da casa ficaram duas marcas de tiro. Ontem pela manhã,  os vizinhos encontraram  uma cápsula  deflagrada. "Agora  eu estou  com medo.  Qualquer  barulho de moto eu já  me assusto", afirmou a mãe.

De acordo com Elisabeth, Elvis foi socorrido por um vizinho e levado ao Pronto-Socorro Dr. Platão Araújo, onde foi medicado e em seguida, liberado. A família informou que ainda vai à  delegacia para registrar a ocorrência.  
.

VEJA TAMBÉM NO D24am