comments powered by Disqus
Notícias / Manaus 2014

Bombeiros cadastram 700 moradores para acesso a casas no entorno da Arena

O cadastramento tem duração prevista de uma semana, com a expectativa de registrar aproximadamente 1,6 mil residências e comércios ao entorno da Arena.

domingo 18 de maio de 2014 - 6:54 PM

Equipes vão cadastrar moradores vizinhos da arena. Foto: Divulgação

Manaus - O Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), junto com a Unidade Gestora da Copa (UGP Copa) e a Superintendência Estadual de Habitação (SUHAB), cadastraram no primeiro dia da Operação ‘Estamos Juntos’, 700 pessoas entre moradores e comerciantes ao entorno da Arena da Amazônia.

A meta do governo do Estado é fazer um levantamento de todos que residem e trabalham ao redor do estádio e seus respectivos veículos, para garantir acessibilidade dos moradores nas ruas, que serão interditadas nos dias de jogos da Copa do Mundo em Manaus e ainda facilitar as ações do Sistema de Segurança Pública do Estado.

Organização

O cadastramento iniciou, no último sábado, às 9h, e tem duração prevista de uma semana, com a expectativa de registrar aproximadamente 1,6 mil residências e comércios ao entorno da Arena, sendo 58 ruas, num raio de um quilômetro.

O comandante do Copo de Bombeiros, coronel Roberto Rocha, ressaltou que o trabalho vem sendo feito por equipes experientes e com um cuidado específico.

“Estamos trabalhando in loco para garantir que todos serão contemplados. Com isso, vamos minimizar o impacto que um grande evento pode causar a essas pessoas que vivem ao redor da arena. Fazemos questão de entrar na casa das pessoas, conversar, e estabelecer a quantidade correta”, explicou.

De acordo com a UGP Copa, nos dias dos jogos, que será realizado entre os dias 14 a 25 de junho, os moradores receberão credenciais, pessoal e veicular, para que não sejam prejudicados.

Ruas com saídas alternativas não necessitam que os moradores sejam cadastrados. Condomínios terão um processo diferenciado de cadastramento que será feito em parceria com as administrações dos edifícios.

VEJA TAMBÉM NO D24am