comments powered by Disqus
Notícias / Manaus 2014

Questão de terrorismo não foi específica sobre Manaus, explicou consultor

Em nota, o diretor-presidente do Counter Terrorism Expert Internacional (Cetta), Geremias de Jesus Junior, disse que tratou o assunto de forma geral sobre riscos

terça-feira 13 de maio de 2014 - 7:31 PM

Manaus - O diretor-presidente do Counter Terrorism Expert Internacional (Cetta), Geremias de Jesus Junior, disse, na tarde desta terça-feira, em nota com pedido de ‘Direito de Resposta’, que as afirmações que fez na matéria com o título ‘Vital diz que, em caso de ataque terrorista, só Deus poderia evitar’, publicada no DIÁRIO e no Portal D24AM, 'evidenciam uma situação geral de todo o País, da experiência de nossos profissionais internacionais com esse tipo de situação, informando quais os tipos de medidas que são utilizadas para minimizar riscos em eventos dessa natureza'. 

De acordo com ele, 'em momento algum falamos nada específico sobre Manaus, e sim sobre uma visão global que envolve o mundo e não só o Brasil'. “Jamais afirmamos, de modo algum, com objetivo de colocar algum tipo de embaraço as instituições Brasileiras. Nesse sentido, salientamos que nossas informações e entrevistas foram relacionadas ao âmbito geral e mundial, e que nossa instituição atua num âmbito de contribuição de treinamento para informação e preparação e não julgamento ou análise de preparação, até porque não nos cabe esse tipo de procedimento pois, para fazermos isso, teríamos que ter acesso as informações que só competem aos órgãos públicos envolvidos na organização do evento e preparação de pessoal”.

A nota diz, ainda que 'foi reconhecido também pelos consultores com experiências internacionais, que o Brasil está fazendo um grande esforço para garantir o alinhamento aos padrões internacionais de segurança e dessa forma está sendo analisado por importantes entidades acadêmicas internacionais de análise, que reconheceram, o esforço nas aplicações das medidas corretas que as instituições brasileiras estão utilizando'.

Ele disse que não utilizou a palavra ‘falha’ e que falou sobre a experiência dos profissionais internacionais da empresa com esse tipo de situação, informando quais os tipos de medidas que são utilizadas para minimizar riscos em eventos dessa natureza. “Porque foi reconhecido também pelos consultores com experiências internacionais que o Brasil está fazendo um grande esforço para garantir o alinhamento aos padrões internacionais de segurança e, dessa forma, está sendo analisado por importantes entidades acadêmicas internacionais de análise, que reconheceram o esforço nas aplicações das medidas corretas”.

Geremias afirma, também, que esteve pessoalmente com o secretário de Segurança Pública do Estado do Amazonas e 'percebeu o empenho dele do governo em geral em viabilizar todas as soluções pertinentes as questões de segurança pública relacionada a organização e planejamento de grandes eventos'. Por fim, ele parabeniza as instituições brasileiras pela iniciativa de adquirirem conhecimento para colaborar para segurança de pessoas, sejam elas do Brasil ou do exterior.

Confira a entrevista:

VEJA TAMBÉM NO D24am