comments powered by Disqus
Notícias / Política

Campanha de Vacinação contra o HPV já imunizou mais de 21 mil meninas em todo o Estado

O Amazonas é o primeiro Estado brasileiro a oferecer, gratuitamente, na rede pública de saúde, a vacina contra o HPV.

quinta-feira 15 de agosto de 2013 - 3:05 PM

Manaus - A Campanha de Vacinação contra o HPV, lançada pelo Governo do Estado no último dia 9, já imunizou 21.297 meninas em todo o Amazonas, segundo o primeiro balanço parcial divulgado na manhã desta quinta-feira (15) pela Secretaria Estadual de Saúde (Susam).  A campanha vai até o dia 30 deste mês, tem como público-alvo as meninas de 11 a 13 anos e está sendo executada pelas secretarias municipais de Saúde. Como estratégia para assegurar uma ampla cobertura vacinal, a ação está acontecendo diretamente nas escolas das redes pública e particular de ensino, da capital e dos 61 municípios do interior, com o apoio das secretarias de Educação.

Segundo a Fundação de Vigilância em Saúde (FVS), órgão vinculado à Susam  e que faz o monitoramento da campanha em todo o Estado, os municípios que até o momento apresentam os maiores índices de cobertura vacinal, em relação à população estimada na faixa etária que é alvo da campanha, são: Novo Aripuanã (77,6%), Nhamundá (64,8%), Urucará (62,8%), Lábrea (59,1%), Juruá (49,2%).

Autorização dos pais - O secretário estadual de Saúde, Wilson Alecrim, reforça a orientação para que os pais preencham o formulário de autorização para que as meninas possam receber a vacina. “O documento está sendo entregue pelas escolas e, sem ele, devidamente assinado pelos pais ou responsáveis, a estudante não poderá receber a imunização contra o HPV, vírus que provoca o câncer do colo do útero”, frisou Alecrim.  

O Amazonas é o primeiro Estado brasileiro a oferecer, gratuitamente, na rede pública de saúde, a vacina contra o HPV. A medida, assegurada em lei assinada pelo governador Omar Aziz, passou a integrar as ações de combate ao câncer do colo do útero, doença com alta incidência no Amazonas. “Este tipo de câncer mata 190 mulheres a cada ano no Amazonas e é responsável pelo adoecimento de 65 mulheres, anualmente”, frisa o secretário de Saúde, alertando os pais sobre a importância de autorizarem a vacinação das suas filhas.

Antes do início da campanha, as secretarias de Saúde e de Educação atuaram de forma conjunta para orientar pais e alunos sobre a vacinação. As equipes de saúde foram às escolas ministrar palestras e houve distribuição de material informativo sobre o tema. Além disso, o Governo do Estado lançou uma campanha de mídia que está sendo veiculada diariamente no rádio e na TV, reforçando as informações,.

Aurivânia Moreira Alves é coordenadora pedagógica na Escola Estadual Marques de Santa Cruz, localizada no São Raimundo, e não teve dúvida de autorizar a vacinação da filha dela de 12 anos, que estuda na Escola Estadual Eldah Bitton Teles da Rocha, no bairro da Compensa III. “A escola fez uma reunião com os pais para falar da importância da vacinação e eu também me informei sobre o assunto com a enfermeira da Unidade de Saúde da Família, próximo de minha casa, porque vi a notícia sobre a vacinação na televisão. É um alívio saber que as nossas filhas estarão mais protegidas, com uma vacina que não tinha no nosso tempo. Minha irmã também já autorizou a vacinação da filha dela, que tem a mesma idade que da minha”, afirmou Aurivânia. 

 A Campanha de Vacinação contra o HPV acontecerá em três etapas, porque o esquema de imunização completo compreende três doses da vacina. A primeira dose estará sendo aplicada até o dia 30 deste mês de agosto. De 10 a 30 de outubro, as meninas vacinadas na primeira etapa receberão a segunda dose de imunização. A terceira dose será aplicada de 10 a 28 de fevereiro de 2014.

Em todo o Estado, a população estimada na faixa etária que é alvo da campanha de vacinação contra o HPV é de, aproximadamente, 116,5 mil meninas, nascidas em 2000, 2001 e 2002. Desse total, 52,5 mil vivem na capital e 63,9 mil, no interior. A meta operacional da campanha é assegurar uma cobertura vacinal de, no mínimo, 80% dessa população.

Estratégia – A campanha de vacinação contra o HPV está ocorrendo prioritariamente nas escolas, da área urbana e rural dos 62 municípios do Estado, com a ida das equipes de vacinadores aos estabelecimentos de ensino em datas previamente agendadas. Para alcançar as meninas que eventualmente não estejam matriculadas, cada município define uma unidade de saúde de referência para fazer a vacinação desse público. As secretarias municipais de saúde também definiram estratégias para levar a vacina a comunidades indígenas e ribeirinhas mais afastadas.  

VEJA TAMBÉM NO D24am