comments powered by Disqus
Notícias / Política

Coluna 'Claro & Escuro': Pesquisa: governadores são pior avaliados que prefeitos

Confira as notas da Coluna Claro & Escuro, desta sexta-feira, 17 de fevereiro, do DIÁRIO DO AMAZONAS

sexta-feira 17 de fevereiro de 2017 - 7:15 AM

Da Redação / portal@d24am.com

Manaus - A 133ª Pesquisa CNT/MDA, realizada de 8 a 11 de fevereiro de 2017 e divulgada, ontem, pela Confederação Nacional do Transporte (CNT), mostra a avaliação dos índices de popularidade dos governos estaduais e municipais em todo o País. A pesquisa diz que 3,4% avaliam o governador de seu Estado como ótimo, 24,4% como bom, 35,1% como regular, 13,2% como ruim e 19,3% como péssimo. E que  8,5% avaliam o prefeito de sua cidade como ótimo. 33,9% como bom, 22,6% como regular, 6,9% como ruim e 9,4% como péssimo. A avaliação do governo do presidente Michel Temer é positiva para 10,3% dos entrevistados, contra 44,1% de avaliação negativa. Para 38,9%, a avaliação é regular e 6,7% não souberam opinar. A aprovação do desempenho pessoal do presidente atinge 24,4% contra 62,4% de desaprovação, além de 13,2% que não souberam opinar. Em relação aos níveis de governo, 47,4% consideram que há mais corrupção no Federal. Para 30,9%, é igual nos três níves. Já 7,9% acham que é maior no estadual e 6,9%, no municipal.

Redução de áreas protegidas pode criar ‘ilhas de florestas vazias’

As florestas do sul do Amazonas podem ficar fragmentadas e, num caso extremo, vazias de biodiversidade. A avaliação é da ecóloga Nurit Bensusan, do Instituto Socioambiental (ISA). A região pode sofrer a chamada “síndrome da floresta vazia”, como resultado da fragmentação caso o Congresso aprove um projeto de lei que reduz cinco unidades de conservação na região, apresentado pela  bancada de deputados e senadores do Amazonas.

Secretaria aérea

A Secretaria de Estado de Juventude, Esporte e Lazer publicou contrato com a Uatumã Turismo, de R$ 3,2 milhões para passagens aéreas.

Consultores de energia

A Amazonas Energia publicou extratos de contratos com quatro consultores individuais que somam cerca de R$ 1,3 milhões por consultorias que vão durar nove meses.

Futuro desembargador 1

Foi publicada a lista de candidatos habilitados a eleição, do próximo dia 23 de fevereiro, à vaga de desembargador para membro do Ministério Publico do Estado.

Futuro desembargador 2

São eles: Antonina Valle, Francisco da Cruz, José dos Santos, Jussara Pordeus, Nicolau Libório, Mauro Bezerra, Carlos Monteiro, Lucíola da Silva, Mário Monteiro Neto, Otávio Gomes, Paulo Stélio e Walber Nascimento.

Secretário extraordinário

O governador José Melo nomeou o ex-secretário-geral do Tribunal de Justiça do Estado Juscelino de Araújo, secretário extraordinário de governo.

Buffet da Casa Civil

A Casa Civil da Prefeitura de Manaus publicou aditivo de R$ 296,6 mil para café da manhã, coffee break, coquetel, almoço e jantar, com a  JBV Serviços de Buffet ltda.

Só pelo Congresso

A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Municipal de Manaus insiste em aparecer fiscalizando a iniciativa privada  com base em leis municipais inconstitucionais e  que só podem ser aprovadas pelo Congresso Nacional.

Policiais nomeados

Só no Diário Oficial de ontem, a Assembleia Legislativa do Amazonas nomeou sete policiais.

Direitos dos presos

O Supremo Tribunal Federal decidiu, ontem,  que presos de cadeias superlotadas ou com más condições  podem ser indenizados por danos morais pelo governo.

Unidades sem visita

Nenhuma das unidades de conservação do Amazonas está entre as mais visitadas do País, segundo o ICMBio.

Entrevistados acham que Temer é contra Lava Jato

O presidente Michel Temer (PMDB) é contra a operação Lava Jato para 44% dos brasileiros, segundo levantamento feito pelo instituto Paraná Pesquisas em 146 municípios de todas as unidades da federação, entre os dias 12 e 15 de fevereiro.

CPI: ‘atitude de submissão da ALE ao Executivo’

O arquivamento da CPI da Afeam, segundo o deputado estadual Luiz Castro (Rede), “foi uma atitude antiética e de submissão do Legislativo ao governador do Estado”. Se o governo não deve, não deveria temer a investigação”, ressaltou.

Mais info

4,3 milhões de reais foi quanto auditoria do Ministério da Transparência apontou em superfaturamento na compra de merenda  merenda, em 1797 escolas fiscalizadas em 371 municípios do Brasil.

50,8% dos alunos do 9º ano do Ensino Fundamental do Brasil estão em escolas localizadas em áreas de risco de violênciam, segundo  dados Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (Pense) compilados e publicados no 10º Anuário de Segurança Pública, de novembro de 2016.

Veja a charge:

 

VEJA TAMBÉM NO D24am