comments powered by Disqus
Notícias / Política

Maçonaria inicia campanha para proposta de iniciativa da Reforma Política

Ato acontecerá no Palácio Maçônico do Amazonas e será realizado, simultaneamente, nas 27 grandes lojas maçônicas do País.

sábado 21 de março de 2015 - 7:00 AM

Da Redação / portal@d24am.com

Maçonaria realizou protesto contra a corrupção na sexta-feira (13) em Manaus. Foto: Alisson Castro

Manaus - A Grande Loja Maçônica do Amazonas (Glomam) lançará, neste sábado (21), a campanha para recolhimento de assinaturas ao projeto de lei de iniciativa popular denominado ‘Corrupção nunca mais’. A ação é apartidária.

O ato acontecerá no Palácio Maçônico do Amazonas, no bairro Flores, a partir das 8h30, e será realizado, simultaneamente, nas 27 grandes lojas maçônicas do País.

De acordo com a Constituição Federal, são necessárias um milhão e meio de assinaturas para que o projeto de lei de iniciativa popular seja enviado e votado pelo Congresso Nacional.

Segundo representantes da Glomam, a iniciativa foi idealizada para fazer frente aos graves problemas de corrupção que afligem os brasileiros.

As ideias e ações do projeto ‘Corrupção nunca mais’ fazem parte do movimento ‘Mudança Já - Maçons BR’, sem vinculação partidária.

Segundo os maçons no Amazonas, o movimento ‘Mudança Já - Maçons BR’ luta pela reforma política, punição exemplar aos corruptos, transformação dos crimes de corrupção em crime hediondo e apoio ao juiz que conduz as investigações da operação ‘Lava Jato’, Sérgio Moro.

No dia 13 deste mês, cerca de 500 representantes da maçonaria no Amazonas, uma sociedade que preza pela discrição de suas ações, fizeram uma passeata contra a corrupção.

A manifestação foi realizada na Praça da Polícia, no Centro, e tinha como objetivo o combate à corrupção e a prisão dos corruptos em todo o País.

“Não queremos impeachment, não somos contra a presidente porque não nos envolvemos em questões políticas. Mas queremos a prisão de todos os envolvidos em denúncias de corrupção”, disse o empresário Augusto Sales, de 57 anos, que participava da manifestação.

 

VEJA TAMBÉM NO D24am