comments powered by Disqus
Esportes / Fitness

Em Manaus, academias ao ar livre exigem atenção da população

Profissional alerta para o risco de se praticar exercício sem orientação nos locais.

domingo 17 de julho de 2016 - 11:30 AM

Da Redação / portal@d24am.com

Profissional Junior Freitas recomenda que população busque orientações. Foto: Eraldo Lopes

Manaus - Desde o ano passado, a Prefeitura de Manaus e o Governo do Amazonas vêm instalando academias ao ar livre em diversas praças públicas da capital amazonense. Os espaços contêm aparelhos simples que ajudam a população a melhorar a forma física ou sair do sedentarismo. Porém, especialistas alertam que existem riscos ao praticar alguma atividade física sem acompanhamento de um profissional da área.

À convite do DIÁRIO, o personal trainner Junior Freitas visitou a Praça do Centro de Instrução de Guerra na Selva (Cigs), localizada na Avenida São Jorge, zona centro-oeste de Manaus, e viu algumas pessoas realizando as atividades incorretamente. Ele defende a necessidade de profissionais em todos os locais para instruir a população.

“As academias têm seus prós e contras. O bom é que a população agora tem acesso a locais onde pode realizar uma atividade física de graça, diferente das academias convencionais que são fechadas e pagas. Porém, ao fazer a atividade física nesses aparelhos, a população tem que executar corretamente cada exercício. Ver a postura e o movimento correto. Seria mais viável se a população tivesse acompanhamento de um profissional”, disse Júnior.

“Se uma pessoa realizar o exercício de maneira incorreta, ela pode lesionar as articulações ou os músculos. Isso é um sério problema”, analisou.

A Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel) informou que existem profissionais para orientar a população nas academias localizadas em áreas que possuem o projeto ‘Faixa Liberada’.

Nos outros locais, a recomendação é que a população busque, por conta própria, a orientação de profissionais antes de iniciar as atividades. Já a Secretaria de Estado da Juventude, Esporte e Lazer (Sejel), informou que tem a intenção de disponibilizar profissionais de Educação Física nas academias ao ar livre em horários específicos, mas a secretaria ainda está estudando como isso será feiro.

Alongamento e hidratação

Preocupado com os praticantes de primeira viagem, Junior Freitas fez questão de dar algumas dicas simples para melhorar o desempenho nas atividades.

“É importante sempre utilizar roupas adequadas que ajudem a se movimentar. Sempre lembrando do conforto. Também é bom as pessoas carregarem garrafas com água. A hidratação ajuda a prolongar a atividade”, disse o personal.

Os alongamentos iniciais também ajudam a proporcionar mais rendimento da musculatura durante a prática e evitar lesões. “Escolha tênis com solado mais rígido, pois exige menos da musculatura do arco do pé e evita dores após os exercícios”, completou o profissional.

Dores podem ser evitadas com postura correta

Ele parece simples, mas o simulador de caminhada pode ser um grande vilão aos praticantes de primeira viagem. Mesmo tendo o apoio para as mãos, Junior Freitas explica que é necessária a postura correta para realizar o exercício. Caso isso não aconteça, a pessoa pode sofrer com dores no dia seguinte.

“É necessário realizar o exercício com uma postura ereta. Se a pessoa não tiver a postura correta, pode provocar dores lombares. O simulador ajuda a fortalecer os membros inferiores e desenvolve a coordenação motora”, disse o personal, que ainda completou explicando que, por ser um exercício que estimula o sistema cardiorrespiratório, ele ajuda no emagrecimento.

Outro cuidado que deve ser tomado no aparelho é a velocidade com que se realiza o exercício. Sem ter um sistema de frio, o praticante deve controlar a velocidade dos movimentos para que não ultrapasse os seus limites. Se isso não acontecer, acidentes e lesões musculares podem acontecer.

Operadora de máquina perdeu 8 quilos em 1 ano de atividades

A pedalada é um dos exercícios aeróbicos mais praticados do mundo. Pela facilidade, é comum muitos iniciantes escolherem a bicicleta como atividade física. Trazendo benefícios físicos e emocionais, ela contribui para a qualidade de vida. Sendo uma atividade aeróbica, ele gera perda de peso, ajuda a equilibrar a pressão e os níveis de triglicerídeos. Também trabalha equilíbrio e ajuda a combater o estresse. A atividade quase não tem restrições.

Utilizando o aparelho instalado na praça pública que fica localizada no bairro São Jorge, a operadora de máquina Diomar Costa, 55, conseguiu perder oitos quilos, em um ano, e virou figurinha carimbada na academia ao ar livre todas as noites.

“Achei ótima a instalação dessa academia porque as pessoas podem sair do sedentarismo. Eu já perdi oito quilos. Para mim, ta sendo muito importante. As mudanças no meu corpo e saúde foram ótimas. Melhorei de dores que sentia pelo corpo. Sentia muita cãibra, hoje estou bem melhor”, revelou Diomar.

No local, existem dois aparelhos que simulam a pedalada. Uma hora de pedaladas equivale a 600 calorias perdidas. Para que isso aconteça, é necessário que o ritmo intenso seja mantido.

Segundo Junior Freitas, o ciclista consegue trabalhar no mesmo exercício diferentes regiões musculares como o quadríceps, posterior da coxa, panturrilha, glúteos, abdominal e extensores da coluna. Ele alerta que é importante alongar os músculos, principalmente das pernas, antes e depois de pedalar, para evitar lesões.

VEJA TAMBÉM NO D24am