comments powered by Disqus
Notícias / Saúde

‘Armadilha’ para o combate ao transmissor da malária

Tenda com câmaras desenvolvida por cientistas promete otimizar o combate ao mosquito anofelinos

domingo 12 de março de 2017 - 8:15 AM

Da Redação / portal@d24am.com

Em testes, pesquisadores comprovaram a eficácia da armadilha. Foto: Divulgação/Fiocruz

Manaus - Com uma média de 134 casos por dia, a malária é uma das doenças com maior incidência no Amazonas. Para combater a endemia, pesquisadores do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), em parceria com o Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas do Estado do Amapá (Iepa), desenvolveram uma armadilha inovadora para a coleta do mosquito anofelinos, que transmite a malária.

Com o formato similar ao de uma tenda, a ferramenta conta com duas câmaras: a interna, projetada para abrigar o profissional responsável pela coleta, e a externa, onde ficarão presos os mosquitos coletados e que impede que o agente de endemias ou o pesquisador sejam picados pelos mosquitos coletados que podem estar infectados. Em testes de campo, os pesquisadores comprovaram a eficácia da armadilha, chamada de ‘MosqTent’ – união das palavras ‘mosquito’ e ‘tenda’, em inglês. 

As adversidades enfrentadas por profissionais durante a coleta de mosquitos na natureza, em especial, a possibilidade de infecção por patógenos, foi o ponto de partida para o desenvolvimento da ferramenta. “Nossa ideia foi unir em uma mesma tecnologia a facilidade da captura e a proteção individual”, sintetiza Maria Goreti Rosa-Freitas, do Laboratório de Mosquitos Transmissores de Hematozoários do IOC.

VEJA TAMBÉM NO D24am