comments powered by Disqus
Amazônia / Animais

Cuidados com pets devem ser redobrados durante o 'Inverno Amazônico'

Veterinárias alertam que, assim como humanos, os animais domésticos também têm facilidade de contrair gripe neste período, e até mesmo pneumonia

terça-feira 18 de abril de 2017 - 8:00 PM

Karla Mendes / portald24am@gmail.com

Cuidados como secar corretamente o animal após o banho e evitar que ele fique em lugares úmidos ajudam a prevenir doenças. Foto: Divulgação

Manaus - O chamado “Inverno Amazônico”, que ocorre entre os meses de novembro e abril, é conhecido pelo clima inconstante e alto volume de chuvas na região. Com essa inconstância, veterinárias alertam que, assim como humanos, os animais domésticos também têm facilidade de contrair gripe neste período, e até mesmo pneumonia.

De acordo com a veterinária Andressa Andryele, 25, o clima da cidade influencia na propagação de doenças nos 'bichinhos'. “Esse clima inconstante afeta sim os animais, principalmente pelo fato de que eles não estão preparados, eles geralmente vivem na área externa de casa, onde pegam sol e chuva e ficam em locais úmidos, onde podem ter um resfriado e até mesmo uma pneumonia", afirma a veterinária.

Segundo Andressa Andryele, durantes os meses de inverno amazônico, a incidência de casos de gripe em animais domésticos, como cães e gatos, aumenta. “Aqui em Manaus, no período a partir de novembro até o mês de março, podemos encontrar os maiores indícios de pneumonia e gripe em animais”, comenta.

A estudante Luana Rubim, 18, fala da preocupação que sente quando seu animal de estimação começa a apresentar sintomas de gripe. "Eu nunca percebi sintomas tão fortes como percebo em seres humanos, mas quando ele toma banho ou o clima fica frio, eu percebo que ele tosse e espirra. Algumas vezes eu já cheguei levá-lo em um veterinário”, afirma a estudante.

A veterinária Andressa Andryele ressalta que não existem grandes diferenças entre os sintomas da gripe canina e a gripe que afeta seres humanos. “Os sinais da gripe canina são muito semelhantes aos sinais de gripe em humanos, tem tosse persistente, ocorre a coriza no nariz e muitos apresentam febre também que, caso não seja tratada, pode virar pneumonia”, alerta a veterinária.

A veterinária afirma, ainda, que não existe perigo de transmissão da gripe de animais domésticos para seres humanos. “Esse tipo de doença é contagiosa apenas de animal para animal, ou seja, não existe perigo de transmissão para humanos”, ressalta.

Prevenção da doença

Existem alguns cuidados básicos que facilitam a prevenção da gripe nos animais. A veterinária Andressa Andryele diz que a vacina anual é importante para a prevenção. “Uma forma de você evitar que seu animal tenha uma gripe canina é fazendo a vacina anualmente. Outros cuidados como secar corretamente o animal após o banho, evitar que ele fique em lugares úmidos e em períodos de inverno deixá-lo em um lugar seco e longe da chuva ajudam. Se o seu animal apresentar os sintomas é importante que você o separe e que ele seja tratado”, pondera.

A veterinária alerta também para a importância de cuidados antecipados com os animais. “Se a gripe for tratada com antecedência, vão ocorrer apenas desconfortos e não uma doença mais grave, como a pneumonia por exemplo". Andressa também é criadora da empresa Vet em Casa Manaus, onde disponibiliza, através das redes sociais, dicas sobre cuidados com os animais.

VEJA TAMBÉM NO D24am