comments powered by Disqus
Plus / Comportamento

Filmes, jogos e retiros fazem a agenda dos ‘sem Carnaval’ 

Pessoas alheias aos eventos tradicionais da folia momesca contam porque preferem outros programas

domingo 19 de fevereiro de 2017 - 11:30 AM

Girlene Medeiros / portal@d24am.com

Louvor, adoração, animação, festa, oração e escuto de pregações está na programação dos religiosos. Foto: Divulgação

Manaus - No feriadão de carnaval, milhares de pessoas vão curtir bandas com marchinhas tradicionalmente carnavalescas, pular ao som de muito axé e outros ritmos musicais dançantes, correndo atrás de trio elétrico e desfilarão em escolas de samba. Mas há aqueles que evitam estar em grandes aglomerados de pessoas e preferem propostas de atividades calmas para curtir o período que segue até a Terça-feira de Carnaval. A equipe de reportagem conversou com algumas dessas pessoas que evitam a multidão e disseram preferir passar o feriadão assistindo a filmes, séries de televisão, jogando jogos de tabuleiro ou até mesmo rezando em retiros religiosos. 

Entusiasta por Role Playing Games (RPGs), o jornalista Robson Loureiro, 32, disse que pretende passar a ‘Segunda-feira Gorda’ e a Terça-feira de Carnaval jogando Dungeons & Dragons, jogo de RPG de mesa e dados com a temática de universo medieval que inclui magia e dragões. 

Robson disse que reconhece o valor cultural do carnaval, mas evita ir a festas carnavalescas. “Situações passadas só me mostraram muita confusão, barulho e violência por aí”, disse o jornalista, acrescentando que já passou feriadões de carnaval namorando, vendo séries e assistindo a filmes em anos anteriores. 

A estudante Ana Carolina Mendes da Silva, 20, disse que até gosta de carnaval, mas não se vê contemplada nas opções de festas carnavalescas que Manaus dispõe. Por causa disso, ela disse que vai passar o feriadão de carnaval assistindo seriados de televisão e filmes. “Vou atualizar a série Vikings e fazer maratona de filmes gigantes do Oscar”, disse a jovem, citando os filmes ‘Elle’, ‘Até o último homem’, ‘Jackie’ e ‘Florence - Quem é esta mulher?’.

Ana disse que pretende ‘dar conta’ da lista de filmes e seriados a partir deste fim de semana a planeja gravar vídeos com resenhas sobre os filmes. “Tenho um canal (no YouTube) e vou atualizar com esse conteúdo”, acrescentou a estudante. 

Sem nenhuma afeição por festas de carnaval, o vendedor Felipe Silva, 25, disse que vai aproveitar o feriadão de carnaval para descansar e jogar video game com amigos e primos. Apesar de estar escalado para trabalhar durante o período carnavalesco, em um dos shoppings centers da capital, o jovem afirmou que pretende encontrar ‘brechas’ para jogar jogos on-line e ‘zerar’ novamente jogos antigos, como Pokémon. 

Felipe disse que, em anos anteriores, até tentou frequentar bandas de carnaval, correndo atrás de trio elétrico, dançando e ficando até altas horas da madrugada com amigos, mas disse não gostar de multidão. “Sem contar que fui assaltado mais duas vezes e fiquei meio medroso”, disse o vendedor. 

A estudante Rayane Bacelar, 23, disse que prefere passar o feriadão de carnaval com parentes no sítio da família, no km 5 da rodovia BR-174 (Manaus-Boa Vista). No local de descanso, ela disse que consegue recuperar as energias para “finalmente começar o ano”.

“O ano começa mesmo depois do carnaval. Minha família sempre vai para o sítio e eu sempre aproveito a companhia deles”, afirmou a jovem, admitindo preferir calmaria a multidões. 

Oração e partilha nos encontros religiosos

O corretor imobiliário Rodrigo Tavares, 35, disse que vai passar o feriadão de carnaval no retiro ‘Iluminar’, da Comunidade Católica Via Lucis. Com o lado espiritual aguçado, Rodrigo disse que costuma, ao longo dos anos, aproveitar momentos de feriados para viver experiências de oração e partilha com amigos e familiares em retiros religiosos da comunidade que ele participa. “Mergulho naquilo que eu sei que Deus tem guardado para mim”, afirmou o corretor imobiliário. 

Rodrigo disse que deste fim de semana até a Terça-Feira de Carnaval vai curtir o carnaval com momentos de louvor, adoração, animação, festa, oração e escuto de pregações. “Vibrar com alegria escutando e louvando a Palavra de Deus”, acrescentou Rodrigo que, além de participar do retiro, é também um dos membros da comunidade que atua na organização do evento.

A dona de casa Maria Regina Oliveira da Silva, 56, também vai passar o Carnaval em retiro espiritual em uma casa religiosa localizada na Avenida Torquato Tapajós, bairro Santa Etelvina, zona norte de Manaus. Para ela, o carnaval é um momento em que os religiosos precisam refletir nas próprias atitudes. “Eu prefiro me recolher, porque acho que as pessoas se excedem muito”, disse.

 

VEJA TAMBÉM NO D24am